Nota do Partido Verde sobre o cancelamento do Censo

27 abr 2021

O Censo que deveria ser realizado, em 2020, foi cancelado mais uma vez. Bolsonaro sancionou o Orçamento para este ano, excluindo a verba para o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa seria fundamental para mapear a tragédia da pandemia de covid-19 no Brasil e, assim, auxiliar na elaboração de políticas públicas para atender a população nos estados e municípios. Porém, em um governo genocida e fascista como o de Bolsonaro, o que é urgente e necessário para o povo, se torna uma ameaça à candidatura à Presidência, em 2022.

O Censo mostraria o retrato do Brasil de Bolsonaro. Estudos que já indicam aumento da fome e da miséria, do desemprego, da falta de recursos para a saúde, ciência e educação seriam esmiuçados e cristalizados na pesquisa feita em domicílio. Além disso, o País poderia, pela primeira vez, obter dados sobre a incidência do autismo na população.  Para a direção do IBGE, R$3,4 bi seria o ideal para realizar o Censo. Mas já na tramitação do Orçamento no Congresso Nacional, parlamentares tinham cortado de R$2 bi para R$71 mi a verba prevista.

O Partido Verde, mais uma vez, reforça o compromisso com os cidadãos brasileiros e reitera a urgência do impeachment de Bolsonaro. O cancelamento do Censo, não passa de politicagem do governo federal para eximir a responsabilidade pela falta de medidas para o combate à pandemia e à crise econômica.

Share

ACESSIBILIDADE