PV apoia ações do Plant-For-The-Planet para reflorestamento voluntário cidadão

01 dez 2020

A campanha “Pare de Falar, Comece a Plantar” estimula que cidadãos plantem árvores pelo país

A necessidade de reflorestamento e redução nas emissões de carbono, para frear o avanço das mudanças climáticas, é urgente. Governos, empresas e ONGs têm atuado para a recomposição florística nos diversos municípios, porém, a atuação de cada cidadão é essencial para que a meta de 1 trilhão de árvores plantadas pelo projeto Plant-for-the-Planet seja alcançado.

Criada em 2007 pelo ambientalista alemão Felix Finkbeiner, que na época tinha apenas 9 anos de idade, a Plant-for-the-Planet quer atingir o marco ambicioso de plantio em todo o mundo. As ações de recomposição florística já acontecem há 11 anos em vários países. Para a ONG, o envolvimento da comunidade, o estímulo e a educação para a conservação ambiental são ferramentas fundamentais nesse processo.

“É como a Wangari nos disse, cada ação importa. Eu acredito que é ação que inspira ação, por isso gosto tanto do tema da campanha. Temos um número grande de pessoas falando a respeito, mas agora o que precisamos mais é de gente botando a mão na terra e nos ajudando a garantir um futuro de qualidade”, afirma Luciano Frontelle, diretor executivo do projeto Plant-for-The-Planet no Brasil, e filiado ao Partido Verde de Sorocaba (SP).

Recentemente, o projeto lançou no Brasil a ação “Pare de falar, comece a plantar”, que visa estimular a participação cidadã. A ideia da campanha é levar o assunto para o conhecimento de mais pessoas, espalhadas por todo o território. É possível acompanhar as redes sociais do projeto e se integrar mais a temas simples sobre “como plantar uma árvore” até aulas de educação ambiental para a conservação. Um dos principais objetivos da Organização a aproximação do cidadão comum da área ambiental e qualificar para que as pessoas sejam agentes transformadores por meio do plantio.

Outra forma importante de atuação é por meio do aplicativo weplant.app, no qual as pessoas podem plantar árvores sem precisar sair de casa, por meio de doações para organizações de reflorestamento em mundo todo. “No app é possível desafiar amigos e dar árvores de presente, ampliando a abrangência de atuações em prol do reflorestamento. Nessa modalidade, o participante pode apoiar de forma remota e envolver ainda mais parceiros. A tecnologia a serviço do meio ambiente”, comenta Frontelle.

Para participar ainda das ações de mobilização também no mundo virtual, tire uma selfie com a sua árvore nativa favorita ou do seu plantio e use a hashtag #PlantarEcoa ou #Stoptalkingstartplanting e a menção ao “Pare de falar. Comece a plantar”, sem esquecer de marcar o perfil do @plantfortheplanet_brasil.

Saiba Mais

O reflorestamento é uma das exigências do Acordo de Paris, compromisso mundial para reduzir a emissão de gases que causam mudanças no clima, o qual o Brasil é signatário.

Por força deste acordo, o país pretende restaurar 12 milhões de hectares de vegetação, até 2030 – número que corresponde a 60% dos 20 milhões de hectares estimados como passivo, ou tamanho do problema gerado pelo desmatamento em todo o território nacional. E isso vai além da Amazônia, afetando todos os biomas. Recentemente, o Pantanal teve expressiva perda de florestas em decorrência de graves incêndios florestais e o avanço do agronegócio na região.

Share

ACESSIBILIDADE