Nota de Repúdio do PV Diversidade sobre PL LGBTfóbico em tramitação na Alesp

20 abr 2021

O Partido Verde Diversidade vem a público manifestar total repúdio ao Projeto de Lei n° 504, de 2020 que além de ter uma redação sofrível, com termos inadequados é inconstitucional, vai contra a liberdade de expressão e acima de tudo é um projeto criminoso, claramente LGBTfobico.

Pedimos aos deputados independente de sigla partidária que tenham seriedade e respeito à população LGBT que votou neles, são cidadãs e cidadãos que pagam impostos e apenas querem amar e ser amados. No país que mais mata LGBT, essa população precisa que o Estado garanta seus direitos e os proteja, não ao contrário.

Em pleno ano de 2021 na contramão do cenário internacional em que o presidente americano Biden assina 17 decretos de proteção à população LGBT, União Européia declara que o bloco é área livre LGBTQI, temos aqui no estado de São Paulo um projeto de lei que visa censurar nossa existência, utilizando a figura da Assembleia Legislativa como arma contra sua própria população.

O Partido Verde criado e sonhado após a redemocratização do país, com fundamentos sólidos no respeito à diversidade sexual e de gênero, bem como na liberdade de expressão, jamais compactuará com qualquer manobra que vise cercear o direito de amar e de expressar o amor.

Xênia Star Drag – Secretário de Direitos Humanos e Diversidade do Partido Verde São Paulo

Share

ACESSIBILIDADE