10 e 11.12.2019: Semana decisiva

13 dez 2019

Depois de uma pequena pausa, a COP recomeçou com as conversações de alto-nível na segunda. O que significa que deu início a contagem regressiva para que os países cheguem num acordo até sexta-feira. E esperamos que confirmem e aprimorem os mecanismos criados pelo Acordo de Paris em 2015.

Além das metas de redução das emissões, outros temas surgem urgentes nessa COP: o protagonismo da juventude e a necessidade de colocar a questão de gênero no centro do debate climático.

São imensas as vozes que estão ressignificando a Justiça Climática a partir desses dois eixos. O protagonismo das jovens mulheres não vão ficar só nas lutas que rondam a COP. Elas vão precisar estar dentro de qualquer texto que venha a emergir dessa COP.

Outra questão importante e que ganha força é que essa pode ser a COP Azul, ou seja, a COP na qual a preocupação com os Oceanos passa a ser temática fundamental. Ainda que muitos acreditem que essa não será a COP Azul, muitos especialistas apostam que na próxima COP, a questão das águas não deverá mais ser relevada ao segundo plano.

***

Pirralha do Ano

Greta Thumberg continua tomando os holofotes e se impondo como a principal catalizadora dos movimento pela Justiça Climática. Depois de ser xingada por Bolsonaro, a pirralha mais querida do mundo segue sendo uma voz implacável na luta contra a Crise Climática. Com discursos precisos, rouba a cena dos velhos marmanjos de sempre. Hoje, foi nomeada a “Pessoa do Ano” pela Time Magazine.

***

Deep deep fight

Semana agitada para os verdes globais. Ontem (10/12), um grande jantar de confraternização organizado pela Global Greens. Hoje (11/12), o café-da-manhã anual promovido pelos verdes europeus.

Durante o café, parlamentares europeus e convidados do Canadá, Nova Zelândia e Brasil, conversamos sobre os desafios e dilemas dos verdes para os próximos anos.

Falamos sobre os retrocessos do atual governo e da importância da pressão internacional para pararmos Bolsonaro. O deputado europeu francês, Yannick Jadot, pediu uma moção de aplauso especial pela luta árdua que nós brasileiros estamos (e continuaremos) a enfrentar.

***

Multilingual

Aliás, o governo brasileiro é tema recorrente dos verdes de todas as línguas. Seja em espanhol, francês, inglês ou em wolof, Bolsonaro é uma unanimidade: é o presidente mais odiado do mundo.

Fabiano Carnevale é delegado oficial da Global Greens na COP-25 e Secretário-Adjunto de Relações Internacionais do Partido Verde.

Share

ACESSIBILIDADE