Terminou na última sexta-feira, dia 20 de março, a participação de parlamentares no 5º Fórum Mundial da Água, realizado em Istambul, na Turquia. Como conclusão dos trabalhos, foi elaborado um documento com 13 pontos que abordam questões relevantes no que diz respeito a gestão dos recursos hídricos.

A delegação brasileira documentou uma sugestão central, que pode melhorar a proteção ao meio-ambiente e até mesmo a qualidade de vida dos países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento. A idéia é que as nações mais ricas repassem aos demais países 1% do orçamento destinado ao saneamento básico, de modo a potencializar a capacidade de saneamento nessas localidades.

“Em nosso documento, esclarecemos que é necessário também criar mecanismos de fiscalização para que esse dinheiro seja aplicado corretamente. Os potenciais receptores desses recursos teriam independência para aplicá-los, desde que formassem órgãos gestores, com a participação do poder público, da sociedade civil organizada e também de técnicos”, destaca o deputado federal José Paulo Tóffano (PV/SP), integrante da delegação do Brasil.

Segundo ele, após uma semana de palestras e debates sobre os recursos hídricos, foi formado um grupo que agora ficará responsável por montar uma plataforma que servirá para a troca de informações entre parlamentos de todo o mundo. O objetivo é trocar experiências com vistas à legislação voltada à proteção dos recursos hidrográficos. (Ass. de Imprensa – Dep. Fed. José Paulo Tóffano)



Comente

  • Últimas Notícias

  • Cadastre-se

    Receba nossos informativos no seu e-mail.

Partido Verde - 2011
Desenvolvido pela Secretaria Nacional de Comunicação
Alguns direitos reservados

CLN 107 Bloco C Sala 204 - Asa Norte Brasília/DF - Cep: 70.743-530 Produzido por
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com